Essa cidade portuária recebe esse nome devido a um ataque de mortos vivos que aconteceu no passado. A cidade sobreviveu pois uma forte defesa foi montada nos portões, com foco no portão mais afetado pelos ataques dos mortos vivos. A posição estratégica com ligação ao mar também ajudou a diminuir a área de atuação dos mortos. Os mortos vivos durante o ataque estavam morrendo em grande quantidade em frente ao portão, o que gerou um foco de várias doenças e pestes. Foram necessários algumas semanas após o fim dos ataques para que a cidade se livrasse desse foco de doenças.

A cidade que é ligada a costa sudeste do ermo, sobrevive basicamente do comércio, é um local de grande concentração de trocas e negócios, viajantes vêm e vão levando especiarias, animais exóticos e todo tipo de produto que o Ermo e além, podem oferecer.

Portão é liderada por dois representantes das casas mais ricas de Portão da praga, um representante do povo e o líder da guarda da cidade. A guarda da cidade é formada pela guilda Crânio Dourado, que são pagos com impostos arrecadados por toda a população, impostos que também pagam parte da manutenção da cidade.

Desde a sua construção, Portão da praga, cresceu rapidamente, seus muros tomaram grandes proporções e a população da cidade aumentou exponencialmente. A cidade é dividida em cidade Alta, onde vivem os mais bem afortunados, cidade baixa, onde se encontra o porto e a maior parte dos negócios e os guetos, que ficam na parte de fora dos muros, onde há a maior concentração de casas, e de pessoas, os mais pobres vivem nesta região, juntamente com uma maior quantidade de crimes, já que a guarda da cidade só atua dentro dos muros.

Se você precisa fazer negócios rapidamente com outras partes do Ermo, esse é o seu lugar.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.