Escudo do tridente é uma grande cidade no sudoeste do Ermo, liderada por Adrian D'efleur, recebeu esse nome devido a três grandes rios nascerem nesta cidade.

A estrutura da cidade é feita principalmente de pedras trabalhadas empilhadas, junto de uma massa que ajuda na ligação e madeira que que trabalha em conjunto com a pedra.

Chove muito na cidade, e por isso o céu quase sempre está encoberto, a cidade têm um clima frio, mas não como no interior do Ermo.

A cidade apresenta um certo nível de industrialização, não como Brasa Ardente, mas já tem pequenas fábricas e forjas consideráveis, rendendo um clima sinistro de fumaça e escuridão nos becos da cidade.

Escudo do Tridente é famosa pela sua grande produção de chá, produto que toma grande parte do tempo das indústrias no lugar, o chá é exportado para todas as regiões do Ermo, saboreado por nobres e pessoas de certa pompa.

Adrian, o líder da cidade, não aceita que crimes sejam feitos no lugar, e pune severamente quem faz isso, com sentenças de morte e mutilamentos acontecendo com frequência. A guarda da cidade, que faz parte da guilda Garra das Sombras, é muito severa e um tanto fascista, esperando qualquer oportunidade para punir severamente transgressões dos moradores.

Outra característica que traz renome para a cidade é a grande quantidade de músicos e bandas que se tornaram famosos e nasceram neste lugar, por isso Escudo do tridente ganhou o título de cidade melódica, dando a luz a grande músicos do folk e clássico.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.